Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leis e afins

Leis e afins

17
Jan17

"Amor é metade daquilo por que vale a pena viver. E a outra metade é ser amado." Pedro Chagas Freitas

Daniela Fradinho Ribeiro

 

"Amor é metade daquilo por que vale a pena viver. E a outra metade é ser amado." Pedro Chagas Freitas

 

 

Hoje o dia fica marcado por uma decisão. Aceitar ou não um mau acordo. Quando falamos de acordos significa que, à partida, duas partes com posições e interesses opostos, muitas vezes antagónicos, aceitam negociar. Na realidade nem tudo se perde, nem tudo se ganha. Na maioria dos casos, poupa-se transtornos emocionais numa deslocação ao Tribunal, tempo e sendo o acordo uma tentativa de resolução amigável, as pretensões das partes, embora minimizadas, são, em regra, acatadas. "Mais vale um passaro na mão do que dois a voar". É mais ou menos isto. Nós advogados, em regra, estamos sempre disponiveis a um acordo. Se possível, que seja bom para a parte que representamos. Hoje foi diferente. 

Muito resumidamente, ou aceito um mau acordo, ou o meu cliente nunca saberá se ganhamos ou não em Tribunal. Diagnóstico: Cancro em fase terminal. 

Não, não temos pedras no coração. E este bate a mil à hora.

O mau acordo assegura a sobrevivência de uma familia ou, aguardando pelo término do processo, ficam em risco de grandes dificuldades financeiras quando acontecer o pior. Está para breve. Aceitamos.

 

Vi-o feliz, a saber exatamente quanto irá receber. Vi-a feliz, por finalmente ter dinheiro para pagar o funeral. 

 

Desculpem, mas hoje a única profissão que quero exercer é a de mãe. 

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D